<< PÁGINA PRINCIPAL >>

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>    

Alimentação Natural

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>    

Vegetarianismo

O vegetarianismo é a dieta que salvará o planeta...”.

O termo vegetarianismo vem do latim “vegetare”, que significa dar vida, animar. “Homo Vegetus” significa homem saudável e vigoroso.

O vegetarianismo é a dieta que salvará o planeta, acabará com o efeito estufa, alimentará o terceiro mundo e melhorará a saúde, evitando doenças do coração, o câncer e outras doenças degenerativas. Ela é a dieta aprovada por “Gaia”. Sejam essas afirmações verdadeiras ou não, elas são defendidas apaixonadamente por muitos, inclusive alguns notáveis.

Há registros sobre o vegetarianismo datados de 600 anos Antes de Cristo. Todavia, é possível que sua origem seja muito anterior, talvez conteporânica ao “homo sapiens”. Ainda se discute se o homem é carnívoro. A opinião mais generalizada nos classifica como carnívoros. Não quero entrar nessa discussão. Creio que isso representa um conceito de vida. O que as pessoas comem é um símbolo daquilo em que acreditam. Mais que isso, alimento é vida, não havendo sobrevivência sem ele.

Através da história, o vegetarianismo tem sido ridicularizado e, algumas vezes, considerado crime – vegetarianos até foram queimados como blasfemos e heréticos. Acredito que essa época já passou.

Entretanto, persiste o mito que a ausência de carne na alimentação humana acarreta a deficiência de proteína, quando hoje é sabido que a causa da maioria das doenças é o excesso desta. Já pensaram que o elefante, o búfalo, o cavalo e o boi não comem carne?

Aproveito o ensejo para divulgar algumas curiosidades sobre a produção de carne para a alimentação humana: *Para criar gado, são necessários 4.000 m² de terra, produzindo aproximadamente meio quilo de proteína por m² - essa mesma área é suficiente para fornecer aproximadamente 8 quilos de proteína por m², se usado no plantio de soja. * Os animais ruminantes (criados em excesso para a alimentação humana) produzem 80 milhões de toneladas de “puns” e arrotos, representando de 15 a 20% do total de gás metano que compromete a camada de ozônio.

Os motivos mais importantes para ser vegetariano são: saúde, proteção aos animais e ecologia; um modo de respeitar a vida.

Pitágoras, Platão, Sócrates, Newton, H.G. Wells, Voltaire, Leonardo da Vinci, Darwin, Mahatma Gandhi, J.J. Rousseau, Tolstoi, Einstein, entre outros eram vegetarianos.

A comida vegetariana é bonita, variada, e graças às lojas de produtos naturais, cada dia mais acessível a todos.

Maria Pia
Tel.(21)  9972-0684
<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>   

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>   

<< PÁGINA PRINCIPAL >>

 

Free Web Hosting