<< PÁGINA PRINCIPAL >>

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>    

Ecologia

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>    

Homem: Único Animal Racional?

A resposta é sim. Afinal de contas, o homem é o único animal que se comunica através da fala, estabelecida como uma linguagem de códigos sonoros que designam os mais diversos significados. Tudo isso auxiliou o homem a construir a civilização em que estamos vivendo.

Mas, por outro lado, o homem tem sido o mais irracional dos animais, uma vez que nenhum outro mata por um motivo que não alimentação ou legítima defesa.

A civilização humana está deixando o nosso planeta doente, cheio de feridas como Cubatão, Hiroshima, Duque de Caxias... outras ameaças como a destruição da camada de ozônio, chuva ácida, poluição marinha ameaçando as praias, destruição de espécies vivas.

É chegada a hora do homem se conscientizar que ele precisa se adaptar à realidade de sua casa planetária.

Devo reconhecer que não é possível voltar atrás no tempo transformando a nossa civilização consumista em cultura nômade. O que é necessário é promover um desenvolvimento sustentável que não permita o prejuízo para gerações futuras.

Nesse sentido, a civilização humana moderna está em decadência. A sociedade capitalista é tão ilusória quanto a socialista. Nada que o capitalismo criou funcionou e o mundo já se viu ameaçado de uma guerra nuclear. Ou seja: não podemos esperar mais para nos adaptarmos à realidade do nosso planeta, temos que ser amigos entre si e de nossa casa planetária, antes que ela comece a usar o remédio certo contra nós, quando aí podemos ter certeza de que será o fim da civilização humana.

O Planeta Terra tem aproximadamente 4,6 bilhões de anos, enquanto que o gênero animal humano tem aproximadamente 100 mil anos. Que tempo ínfimo que o homem está aqui na terra! Transformando proporcionalmente o tempo geológico de 4,6 bilhões de anos em 46 anos de idade humana chegaremos á conclusão de que se a Terra tivesse 46 anos, só no ano passado é que teriam aparecido... os dinossauros. Pois o homem só teria aparecido na semana passada e a Revolução Industrial teria acontecido a um minuto atrás. Neste minuto que passou, o homem se espalhou pelo planeta muito mais do que qualquer outro mamífero e se multiplicou como uma praga.

Talvez pelo fato de o homem ser um fenômeno tão recente, a Terra ainda não sabe qual o remédio definitivo contra ele e se defende com remédios temporários como furacões, terremotos, etc., que desde as épocas pré-humanas funcionam temporariamente.

O que estamos esperando para nos adaptarmos à realidade terrestre? Estaremos esperando que a Terra acabe com a espécie humana usando o remédio definitivo? O momento de nos adaptarmos é agora, nos próximos vinte segundos, ou melhor, nas próximas décadas.

Pedro Lima Brandão
<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>   

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>   

<< PÁGINA PRINCIPAL >>