<< PÁGINA PRINCIPAL >>

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>    

Ecologia

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>    

A Tragédia dos Ursos na China

Ursos clamam por humanidade na China!

É incrível que em pleno século XX, quando o homem já pisou na lua e os computadores globalizam o conhecimento, ainda existam na China milhares de ursos presos para que lhes sejam retirados a substância da sua bílis que de acordo com a milenar  tradição da medicina chinesa cura todas as doenças como: dor de cabeça, pedra nos rins, cirrose, ressaca e atualmente usa-se também na confecção de shampus e afrodisíacos. Todavia existem poucas informações que comprovem cientificamente a eficiência dos mesmos.

No passado, apenas o Mandarim e sua corte faziam uso desta substância. Atualmente, milhões de chineses e asiáticos têm acesso ao produto. Sua demanda cresceu de tal forma, que a China se vê obrigada a buscar ursos em outros paísesm a fim de supri-la, das oito espécies seis estão em extinção.

Para preservar  o patrimônio, criaram em 1985 centenas de fazendas de ursos, onde 10.000 (dez mil) ursos são mantidos presos, deitados horizontalmente sobre suas próprias urina e fezes queimando-lhes o couro. A jaula, tipo caixão é tão pequena que não lhes permitem virar-se e nem ao menos se coçar.

Com a pata puxam a comida através do pequeno vão da jaula. Para saciar a sede, os pobres ursos têm que  esticar a língua para lamber  as barras da jaula. Têm dores alucinantes de ficarem aproximadamente 15 anos na mesma posição deformando-lhes os ossos. São 15 anos ou 180 meses ou 5.475 dias ou 131.400 horas 78.844.000 minutos contínuos de dor.

Para obterem a bílis promovem o mais terrível comércio. Durante a extração do líquido plantam um tubo na vesícula, a outra extremidade fica para fora da barriga do urso onde um equipamento de metal suga a bílis. As dores do urso ultrapassam todos os limites imagináveis. Ele urra de dor, se mutila, procura suicidar-se. Eles o prendem com colete de metal, colocam-no na jaula com barras de pressão e o dopam.

O produto obtido nestas condições não é mais medicinal é VENENO. O que lembra as terríveis alucinações de FRANKESTEIN.

Para preservar a reputação cultural da medicina milenar chinesa as autoridades, considerando que as fazendas de ursos são recentes -  1985, declararam que, assim que for descoberta uma erva que substitua o líquido da bílis dos ursos, as fazendas serão eliminadas.

Neste momento crucial de mudanças políticas que ocorrem na China, o que acontecerá às promessas feitas pelo último governo sobre a liberdade dos ursos? O que acontecerá a eles?

Com as recentes  mudanças ao controle inglês no início de julho/97, é possível que tenhamos uma forte reação contra países que interfiram nas decisões políticas, financeiras ou conservacionistas na China. A IFAW, uma organização inglesa, por exemplo, cujo presidente é o Príncipe Charles, tem apoiado a idéia de fechamento das "fazendas de ursos", pertencentes ao governo chinês.

Apelos internacionais fizeram com que o governo chinês desativasse duas de sua fazendas: Zhuhai em 1993 e Huizhou em 1995.

Nós da Fauna Free estamos lutando junto às ONG'S nacionais e internacionais, como a IFAW - INTERNATIONAL FUND FOR ANIMAL WELFARE na mobilização de seres humanos, que assim como nós, não conseguem mais dormir em paz, sabendo que milhares de ursos, nossos companheiros de jornada neste planeta estão sofrendo tamanha atrocidade a cada minuto de suas vidas. Precisamos espalhar estas informações para outras instituições, de forma a desencadear um movimento MUNDIAL contra atrocidades não compatíveis com o nível cultural de um país milenar e mundialmente admirado por sua grande sabedoria.

Quanto tempo mais teremos que esperar sabendo que milhares de ursos estão sofrendo?

Os ursos não podem esperar mais!

Nós temos que ativar ajuda internacional para manter o governo chinês sob pressão.

Felicitas B. Barreto
<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>   

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>   

<< PÁGINA PRINCIPAL >>